domingo, 21 de junho de 2009

A minha cidade...


Quem vem e atravessa o rio
Junto à serra do Pilar
vê um velho casario
que se estende ate ao mar






Quem te vê ao vir da ponte
és cascata, são-joanina
dirigida sobre um monte
no meio da neblina.




Por ruelas e calçadas
da Ribeira até à Foz
por pedras sujas e gastas
e lampiões tristes e sós.






E esse teu ar grave e sério
dum rosto e cantaria
que nos oculta o mistério
dessa luz bela e sombria






Ver-te assim abandonada
nesse timbre pardacento
nesse teu jeito fechado
de quem mói um sentimento






E é sempre a primeira vez
em cada regresso a casa
rever-te nessa altivez
de milhafre ferido na asa






Rui Veloso e Carlos Tê

5 comentários:

Mikashi disse...

Porto, sempre o Porto no nosso coração...onde quer que se esteja..o Porto nunca perde o brilho e nunca o deixamos de o sentir perto... :)

Já tenho blogue ;) Finalmente!

Isabel disse...

e ver o Rui Veloso a cantar esta música e a fazer aquelas caretas de quem está mesmo a sentir a música?
acho que essa música consegue capturar algo de "mágico" da nossa cidade!

Jorge Freitas Soares disse...

Vai fazer um ano... fui lá pelo São João..choveu..mas foi um dia especial.. perfeito... tenho que fazer um post com esta musica.

Beijinho e boa semana
Jorge

morningstar disse...

que foto fantástica!!

também adoro a nossa cidade... e amanhã é dia de festejá-la! :-)

beijocas tripeiras
ms

Augusto Küttner de Magalhães disse...

Este "retrato" do Porto sendo o mais conhecido, deve ser dos mais bonitos, do Porto, antigo, mas sempre do Porto. Será um local amanhã cheio de gente, que vai pelo S.João tentar esquecer as agruras da vida! Não sei se aquela frase feita de que "todos sem misturam" no S. João se encaixa, mas é uma noite difrente e normalmente alegre. Esperemo que o Presidentes das Camaras de lá e de cá se voltem a entender, e poupadamente façam um só fogo de artificio